quarta-feira, 27 de agosto de 2014

A arte de saber esperar...




Para muitos a espera é um imenso deserto árido, 
existente entre o lugar em que se encontram e o lugar para onde desejam chegar. 
Mas para ela esse era o caminho.

“O caminho abre-se na espera, como se fecha ao que nada espera”
Donald Schüler





Excelente semana a todos!














quarta-feira, 20 de agosto de 2014

A presença da ausência...





"Está muito enganado quem pensa que o silêncio é necessariamente o deserto, o vazio, a ausência de toda atividade, de toda criação, ou, numa palavra, o nada. Na realidade há silêncio e silêncio. Mas, de uma maneira geral podemos dizer que existem duas espécies de silêncio: O da morte e o da vida superior. É precisamente esse último que é preciso compreender, e é dele que falamos aqui. Esse silêncio não é uma inércia, mas sim um trabalho, uma atividade intensa que se realiza no seio de uma harmonia perfeita. Também não é um vazio, uma ausência, mas uma plenitude comparável aquela que experimentam os seres unidos por um grande amor, e que vivem algo tão intenso que não conseguem exprimi-los por gestos ou por palavras. O silêncio é uma qualidade de vida interior."  Omraam Mikhaël Aïvanhov (1900-1986) Filósofo Místico Belgo-Francês


O silêncio pode ser mais revelador do que todas as palavras do mundo!
Ao praticá-lo encontrarás o equilíbrio necessário para permanecer em si, por si, para si e con-si-go!

Pense nisso...



Uma excelente semana a todos! 







quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Um ano se passou...


                                                             

Comecei a escrever esse blog no dia 13 de agosto de 2013, portanto, hoje estamos comemorando um ano de existência. E durante esse tempo descobri que há pessoas desagradáveis apesar de suas qualidades e outras encantadoras, apesar de seus defeitos.

Quando resolvi dar vida ao Do Jeito DE... não pensei em nada disso. Procurava apenas um lugar onde pudesse me expressar e difundir tudo aquilo que me interessa e considero importante. Mas administrar um blog não é tarefa fácil. É preciso dedicação e tempo para escrever, editar, selecionar imagens, responder aos comentários, retribuir as visitas, enfim, por mais prazeroso que seja compartilhar com vocês minhas escritas, há dias em que tudo isso me parece um grande desafio.

E quem me conhece sabe que não sou jornalista ou escritora. Escrevo porque gosto e acredito naquilo que escrevo. É como disse uma querida amiga: “Seu blog faz a gente pensar”. E esse é o tipo de comentário que me faz querer seguir em frente e acreditar que esteja no caminho certo.

Mas nos últimos meses as coisas não foram fáceis. Vivi momentos de muita tensão, confrontos e reflexões.  Passei noites em claro, chorei sozinha, convivi de perto com a dor e confrontei-me com o medo paralisante da morte. No entanto, em meio ao caos descobri que era preciso deixar de lado algumas certezas, cansei de esperar por algumas respostas e descobri que a atitude que me tira da inércia pode ser a última esperança em alguns casos. Então, passada a tempestade precisei de um tempo para oxigenar minha alma, esvaziar a mente e me reconectar comigo mesma. Saí de férias!


Mas O Jeito DE... está voltando. E continuará da mesma forma que começou. Acreditando que o desenvolvimento da espiritualidade é a chave para a sustentabilidade tão almejada. 


Uma excelente semana a todos!